Off the record

Mariza: a fadista que canta (e encanta) aos ouvidos das pessoas

11340_10153972552954579_4879590778447343088_n

Aos 42 anos, a artista quase que não precisa de apresentações, tantas são as salas que vai enchendo com a sua incomparável voz e empatia. Mariza é uma fadista que canta com sentimento, com a alma de África na empatia com que chega ao coração de quem a ouve.

A 29 de junho, Martim, o único filho faz 5 anos. Nasceu prematuro e viveu os primeiros (quase cinco meses) nos cuidados intensivos do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, mudando o modo como a famosa mãe olha a vida. Para Mariza, a música deixou de ser o mais importante, sem que a maternidade lhe ofuscasse o talento com que pisa os palcos.

Nascida na antiga Lourenço Marques, agora Maputo, Moçambique, cresceu na Mouraria, Lisboa, e ainda viveu no Brasil, sendo uma “cidadã do mundo” à boleia de um rico reportório. Diz-se “cantadeira de fados” e não hesita em pôr a “Rosa branca ao peito” quando desafiada, até em ambientes mais informais, pois o “Tempo não para” e ela apreendeu isso com a vida.

Mariza 5
Recentemente foi como jurada no “Got Talent Portugal” que Mariza nos surpreendeu. E, “o balanço é super positivo, apesar do (Pedro) Tochas ser um bocado chato (risos). Foi surpreendente todo o processo. Nunca esperei divertir-me tanto  e descobrir tantos talentos em Portugal. É incrível ver o trabalho pelo qual estes concorrentes passam a cada semana para nos surpreender cada vez mais”, disse à Move Notícias, à margem do último programa.

Anunciada uma terceira edição do formato, não sabe se vai voltar, mas ainda é cedo para uma decisão final: “Acho que isso é um balanço que tenho de fazer comigo própria. Se o convite surgir terei de pensar, porque implica deixar os amigos e a família e tudo isso pesa. Os domingos são para estar com a família e, com o programa, quando chega aquela hora, tenho de os deixar e vir embora. Fica muito apertado, mas não sei”.

Mariza 6
Micaela Abreu foi a vencedora e a fadista reconhece-lhe “uma voz e um potencial incrível”. A jovem madeirense “pode chegar onde quiser, tem o mundo todo para percorrer. É um talento mundial e não podemos ser egoístas ao ponto de querer que ela seja só nossa. Ela tem de conhecer o mundo e o mundo tem de a conhecer a ela”, avisou Mariza.

E é mundo fora que a própria segue já em Junho com espetáculos no País de Gales, Holanda, Polónia e Portugal já agendados, mas com outras datas ainda na perspetiva, com tempo livre para Martim que já “adora os palcos” e é a prioridade da orgulhosa mãe.

_AS_1652