Cultura

Bob Dylan em silêncio após Prémio Nobel. Mas não é o único

Venceu o Prémio Nobel da Literatura mas não se sabe se vai mesmo aceitar o galardão. O músico norte-americano Bob Dylan tem estado em silêncio desde o anúncio e nem responde diretamente à academia sueca.

“Liguei e enviei ’emails’ para os colaboradores mais próximos e recebi respostas muito simpáticas. Por agora, julgo que é o suficiente”, disse a secretária permanente da Academia Sueca, Sara Danius, em entrevista à rádio pública da Suécia.

Mesmo quando deu um concerto em Las Vegas, na quinta-feira, não fez qualquer comentário ou declaração oficial de reação ao prémio literário.

Pode, por isso, nem ir à cerimónia de entrega do Nobel, a 10 de dezembro, em Estocolmo.

“Tenho um pressentimento de que Bob Dylan poderá ir. Posso estar enganada e, claro, seria uma pena que não viesse, mas, de qualquer maneira, o prémio é dele e não nos podemos responsabilizar pelo que acontece agora. Se não quiser vir, não virá. Será uma grande festa na mesma”, disse Sara Danius.

Bob Dylan, 75 anos, foi distinguido com o Nobel da Literatura “por ter criado novas formas de expressão poéticas no quadro da grande tradição da música americana”.

Em 1964 o escritor e filósofo francês Jean-Paul Sartre recusou o mesmo galardão, porque nunca aceitou prémios na sua vida.

Também outras personalidades recusam receber prémios mediáticos.

Veja aqui alguns casos: