A exposição do World Press Cartoon, com a seleção dos 267 melhores trabalhos concorrentes ao certame, foi alargada até dia 28 de Agosto.

A exposição está aberta ao público no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha, com entrada livre, e viu o seu prazo ser alargado devido à grande afluência de público. São desenhos que compõem um retrato divertido de um ano do andar do mundo, publicados em 168 jornais e revistas de 51 países.

Para além de observar os originais no local da exposição, o visitante pode ainda levar todos estes desenhos para casa. Para isso, basta comprar o catálogo, disponível para venda no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha.

Recorde-se que o cartoon Imigrantes, do autor iraniano Alireza Pakdel, foi o trabalho distinguido com o Grand Prix da 12ª edição do World Press Cartoon, o grande evento anual do desenho de humor na imprensa internacional. Primeiro prémio na categoria Cartoon Editorial, o desenho foi publicado no jornal iraniano Etemad, em Agosto de 2016.

O director do salão, o cartoonista português António Antunes, destacou na oportunidade o papel importante que o desenho de humor tem para a vitalidade da imprensa: “Os cartoons são um espaço crítico e de exercício da liberdade, sem o qual os jornais não podem sobreviver e afirmar-se plenamente”.

O presidente da Câmara Municipal da Caldas da Rainha, Fernando Tinta Ferreira, falou por sua vez da projecção internacional que o World Press Cartoon aporta à cidade: “Este é um evento que traz às Caldas da Rainha grandes artistas de todo o mundo que aqui encontram, como é nossa tradição, um ambiente propício à criação em liberdade. Numa cidade marcada pela obra e pela grande tradição caricaturista de Rafael Bordalo Pinheiro é natural e lógica esta ligação a um concurso que celebra o que melhor se faz no mundo nesta arte”.

Dado o sucesso desta edição, a organização prevê manter as próximas edições do World Press Cartoon na cidade das Caldas da Rainha.