Teresa Salgueiro (Amadora, 8 de janeiro de 1969) é uma cantora portuguesa, e ex-vocalista do grupo Madredeus.
Sua carreira iniciou-se inesperadamente, em 1986, quando dois dos fundadores do grupo (Rodrigo Leão e Gabriel Gomes) descobriram-na quando cantava com um grupo de amigos em uma mesa ao lado da deles, numa tasca do Bairro Alto, em Lisboa. Depois de sua primeira audição com Pedro Ayres Magalhães, outro dos fundadores do Madredeus, Teresa Salgueiro passou a ser a voz e, nas palavras de Magalhães, “a maior inspiração da música do grupo”.
Teresa Salgueiro é uma soprano de vasta extensão vocal, tendo um talento inato para a música. Sua formação musical deu-se ao longo dos primeiros anos de vida do Madredeus, quando cursou por dois anos aulas de canto, mas os compromissos internacionais do grupo acabaram por impedir que a cantora prosseguisse com uma educação musical formal.
A imagem de Teresa Salgueiro e do Madredeus confundem-se, pois a cantora tem sido fiel ao grupo desde o início. Em 2005, contudo, foi editada uma compilação de diversas participações e colaborações que fez ao trabalho de outros artistas, a qual muitos erroneamente denominaram como “o primeiro álbum solo de Teresa Salgueiro”. O trabalho, intitulado “Obrigado”, conta com canções cuja variedade de estilos e de épocas de sua gravação mostram a versatilidade da cantora; entre outros, o álbum traz canções que Teresa Salgueiro gravou com o Madredeus, com o mestre da guitarra portuguesa António Chainho, com o tenor catalão Josep Carreras, com os cantores brasileiros Caetano Veloso e Zeca Baleiro (em um álbum de canções do compositor italiano Aldo Brizzi), com a dupla portuguesa Mário Laginha e Maria João, com o compositor galego Carlos Núñez, com o compositor italiano Angelo Branduardi e com o acordeonista japonês Coba, entre outros.
Em 2007, os Madredeus decidem fazer um ano sabático e os seus membros dedicam-se a projetos musicais paralelos. Teresa não é exceção e lançou, em fevereiro daquele ano, o álbum “Você e eu”. Trata-se verdadeiramente do primeiro trabalho solo de Teresa Salgueiro, que revisita nele um repertório de grandes canções da Música Popular Brasileira: de Pixinguinha a Dorival Caymmi, passando por António Carlos Jobim e Chico Buarque. O álbum da vocalista dos Madredeus foi editado pela EMI Music.
Teresa apresentou, no mesmo ano, o espectáculo “La Serena” com temas cantados em várias línguas, acompanhada pelo Lusitânia Ensemble – um grupo de músicos, em sua maioria, da Orquestra Sinfônica Portuguesa. O concerto gerou um álbum, “La Serena”, lançado em Portugal em outubro de 2007. No repertório do álbum, canções célebres de diversos países banhados pelo Oceano Atlântico e pelo Mediterrâneo.
Ainda em 2007, Teresa Salgueiro foi convidada a participar do álbum “Silence, Night and Dreams”, do compositor polaco Zbigniew Preisner. No álbum, lançado pelo selo erudito EMI CLassics, Teresa Salgueiro tem uma participação destacada, interpretando peças em inglês e latim. Preisner, conhecido por suas colaborações com o cineasta polonês Kieslowski, afirmou ter composto “Silence, Night & Dreams” pensando na voz “pura e limpa e sem vibrato” de Teresa Salgueiro.