sexo

Esta peça é uma sátira ao mundo fantástico e deslumbrante dos actores. Onde o que é não é bem o que parece.
Laura e Mafalda são duas jovens e belas actrizes que vêm para Lisboa, a cidade das oportunidades, em busca de um sonho e de uma carreira. Vivem juntas, partilham aventuras, castings, fotógrafos, despesas e um tigre de Bengala. Bem, o tigre é de peluche. Moram num apartamento do Bairro Alto.
Conhecem Rafael, um fotógrafo vizinho da frente, realizador e ex-fotógrafo da mítica revista “Vulva” que se encontra em período de reflexão masoquista. Aliás, taras é com ele. Seduz, dá-lhes a volta à cabeça, ou pelo menos tenta. Vai ensinar-lhes técnicas infalíveis para ganhar os melhores papéis nas novelas. Elas escutam-no. Mal sabem elas no que se metem.
Já o vizinho Arnaldo passa o tempo metido em casa delas. Não gosta de bater à porta, simplesmente entra. Arranja todos os pretextos para as visitar. É um naturista urbano, filho de uma família de mafiosos naturistas. Dá-lhes conselhos