No centro de uma cozinha, o Teatro Praga parte da clássica história de amor de William Shakespeare para contar história a deste romance maldito como se de uma receita de sobremesa se tratasse. O sangue será afinal doce e as armas meros utensílios de cozinha. Depois do sucesso de Hamlet sou eu e GrandaPinta, o Teatro Praga regressa ao Teatro Maria Matos com uma surpreendente interpretação do clássico de Shakespeare. À semelhança do que temos vindo a fazer, este espetáculo também terá uma Sessão Descontraída, destinada a público com necessidades específicas.

Este novo espetáculo do Teatro Praga é uma oportunidade para voltar juntar a equipa criativa de Hamlet Sou Eu, um espetáculo estreado em 2007 (em coprodução com o Teatro Maria Matos) e que desde então tem sido apresentado ininterruptamente em Portugal e também no estrangeiro.

Partindo outra vez de William Shakespeare, Cláudia Jardim, Diogo Bento e Pedro Penim andarão desta vez à volta de Romeu & Julieta, a clássica história de amor que põe no centro da ação dois teenagers apaixonados em rota de colisão com as suas famílias e com uma sociedade repressora.

Num ambiente divertido de uma cozinha dentro do palco, os atores guiam os jovens espetadores participantes pela história deste romance maldito, misturando-a com a feitura de um delicioso Cheesecake que leva o nome dos dois protagonistas shakespeareanos.

A história, ora trágica ora cómica, é contada de forma lúdica através dos ingredientes e dos passos da receita do bolo.

Neste Romeu & Julieta, o drama confunde-se com o queijo Ricota, o sangue dos amantes é doce de Goiaba, as lutas de espadas fazem-se com espátulas e caçarolas e uma dentada numa bolacha Maria pode ser uma alternativa deliciosa para um coração partido.

texto e criação Cláudia Jardim, Diogo Bento e Pedro Penim
interpretação Cláudia Jardim e Diogo Bento
produção Andreia Carneiro
coprodução Teatro Praga, Maria Matos Teatro Municipal, Teatro Municipal do Porto, Teatro Viriato e Centro de Artes de Ovar
encomenda Maria Matos Teatro Municipal
foto Alípio Padilha
O Teatro Praga financiado pela República Portuguesa|Cultura/Direção Geral das Artes

Na sala principal do Teatro Maria Matos, Lisboa.

21 a 29 outubro 2017
sábado → 16h30 / domingo → 11h e 16h30