rapazes nus

 

Concebido a partir de uma ideia de Robert Schrock, Rapazes Nus a Cantar é uma comédia musical, ao melhor estilo Vaudeville, que celebra o esplendor da nudez masculina.

Com dezasseis anos de existência, tem feito furor junto de públicos variados, surpreendendo todo o mundo e provando que o talento não se mede pelo guarda-roupa do artista. Composto por canções originais é certificado e garantia de grandes momentos de boa disposição. Ainda em cena, Rapazes Nus a Cantar estreou em 1999 no The Actor’s Playhouse, um teatro Off-Broadway. Desde então, o conceito espalhou-se pelo mundo com produções em Roma, Sidney, Cidade do Cabo, Londres, Oslo, Amesterdão, Hamburgo, Joanesburgo, Madrid, Paris e Tóquio, para além das produções em diversas cidades dos Estados Unidos, como Houston, São Francisco, Forte Lauderdale, Portland, Chicago e São Diego.

Em 2009 o espectáculo encenado por Henrique Feist e apresentado no Casino do Estoril foi galardoado com o Prémio Arco-Íris da associação ILGA Portugal.