Em 2010, só com 4 músicas, os PAUS lançavam o seu primeiro e.p. com um objectivo simples: ter visões, falar línguas, ir a lugares estranhos.

A aventura e a colaboração estão no ADN da banda.

Por desafio do LUXfrágil, em Lisboa, em 3 noites deixaram que 3 grupos de convidados mudassem o tecido das suas 4 canções. O ciclo Só Desta Vez tinha a força simples do seu nome e conceito – 3 concertos únicos, irrepetíveis e por isso imperdíveis.

Só Desta Vez I recebeu Filho da Mãe, João Nogueira (Riding Pânico) e Eduardo Raon para criarem uma barragem sónica com a ajuda de um trio atípico de cordas. Só Desta Vez II com DJ Ride e RIOT (Buraka Som Sistema) elevaram o bounce dos PAUS a níveis épicos. Só Desta Vez III, o último deste ciclo, com ajuda de Chris Common e do Grupo Tocandar, juntou o ritmo do rock contemporâneo aos padrões primordiais dos bombos portugueses.

De alguma forma, estas 3 noites começaram a mapear a genealogia musical dos PAUS e obrigaram a que os próprios músicos se apercebessem dela para criarem um vocabulário cada vez mais seu.

Agora, 6 anos depois os PAUS ainda têm sede de experimentar. O quarteto volta ao LUXfrágil para um novo ciclo Só Desta Vez.

23 DE FEVEREIRO: SÓ DESTA VEZ IV
27 DE ABRIL: SÓ DESTA VEZ V
29 DE JUNHO: SÓ DESTA VEZ VI