Marcha invencível

Os Possessos, companhia formada em 2013, vêm estrear ao Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, o seu mais recente projecto: ‘Marcha Invencível’, com texto e encenação do jovem almadense João Pedro Mamede. O espetáculo estreia dia 10 de Março e mantém-se em cena até dia 12: sexta-feira e sábado às 21h00, e domingo às 16h00.

Depois de Hansel & Gretel dedicam-se ao futuro em três passos (2013), uma desconstrução do conto dos irmãos Grimm que redundava numa reflexão sobre a precariedade do trabalho artístico, e de Rapsódia Batman (2014) e II – A mentira (2015), duas variações sobre a cidade, Os Possessos partem de um conjunto de títulos da literatura distópica para conceberem um espectáculo original, apresentado em estreia absoluta em Almada.

Marcha invencível coloca em cena um estranho sobre cujo destino se deve pronunciar um Conselho de Sábios Desconhecidos, em virtude do tipo de interacção que aquele estabelecer com Susana na Sala 34 do Edifício. A evacuação do local é uma das hipóteses ponderadas, sobretudo no caso de “perigarem os corpos” e de ser impossível controlar “a expectativa inerente ao beijo entre os dois”.

João Pedro Mamede, natural de Almada, é actor, encenador, dramaturgo e co-fundador do colectivo Os Possessos. Diplomado em Teatro pela Escola Superior de Teatro e Cinema, já trabalhou com Francis Seleck, Tim Carroll, Gonçalo Amorim, Jorge Silva Melo, Ricardo Neves-Neves e Pedro Gil, entre outros. Colabora actualmente com os Artistas Unidos. No ano passado foi distinguido com o Prémio Jovens Talentos (área do Teatro), atribuído pela Câmara Municipal de Almada.