na ponta a lingua2

 

Depois da época de stand-up “Cábula”, fase em que testou o sucesso de algumas ideias, Salvador Martinha está agora mais preparado do que nunca para percorrer o país de norte a sul. Tudo sabido, e de resposta sempre pronta, na ponta da língua, o humorista fala, usando sempre a sua linguagem muito própria que já originou expressões usadas por todos como “pussy” ou “raton”, de temas que estão bem presentes no nosso quotidiano: tecnologias, tendências e relação homem-mulher. Neste espectáculo cheio de boas piadas, e fisicalidade, a plateia nunca é esquecida e a qualquer momento uma pessoa do público passa a ser o sidekick da noite.