Cartaz Morto Mas Pouco

Não, não é mentira, é já dia 1 de Abril que a Área de Serviço começa as comemorações do seu quinto ano com a estreia de um espetáculo de criação colectiva sobre a morte e os nossos medos de a enfrentar.

Perante a evidência de um facto para todos indiscutível: a sua própria morte, Alberto Trocato recusa-se a ocupar o lugar de honra na grande encenação que é o seu funeral – dentro do caixão. Morto, mas pouco, ele insiste em que o seu lugar é neste mundo, deitando por terra todas as convenções, pondo todos loucos à sua volta e instalando o caos em redor de um caixão vazio.

Só que estas coisas não são exactamente como nós queremos e um morto, quer esteja morto, ou não, só tem um lugar: o caixão!

E agora, Trocato, como é?

Baseado nas diversas representações da morte no teatro e no cinema, este espectáculo é uma divertida comédia que celebra os cinco anos de existência da Área de Serviço numa metáfora que nos dá que pensar e que nos faz rir muito.

Frederico Corado leva à cena no Centro Cultural do Cartaxo este espectáculo num ano em que se celebram cinco anos de vida da Área de Serviço e reúne neste “Morto, Mas Pouco!” elementos dos vários elencos das peças que foram sendo feitas nos últimos cinco anos bem como alguns estreantes.

Estreia a 1 de abril às 21h30
Dias 1, 7 e 8 de abril às 21h30
Dias 2 e 9 de abril às 16h00