Dois Homens Completamente Nus

Tiago Guedes dirige Miguel Guilherme, Sandra Faleiro e Jorge Mourato na versão portuguesa de um dos textos mais hilariantes e de maior sucesso em França, nos últimos anos.

Levado a cena pela primeira vez em Outubro de 2014, ‘Dois Homens Completamente Nus’, no original Deux Hommes Tout Nus, é da autoria do dramaturgo, humorista e actor Sébastien Thiéry, e valeu-lhe a nomeação de melhor dramaturgo aos Moliére – Prémios de referência do teatro francês – em 2015. O espectáculo foi um sucesso junto da crítica e do público, em França, e chega agora a Portugal, sob a direcção de Tiago Guedes e com Miguel Guilherme e Jorge Mourato na pele de dois homens confusos e completamente… Nus.

André Chaves (Miguel Guilherme) é um homem sério, de conduta irrepreensível e reputação imaculada: advogado conceituado, marido fiel, pai de dois filhos. Daí a sua total incredulidade quando, certo dia, acorda nu na sua sala de estar, deitado ao lado de outro homem (Jorge Mourato), também ele nu, sendo o último um dos associados da firma de advogados onde trabalha há anos.

Saídos de uma espécie de blackout, ambos têm dificuldade em perceber o que aconteceu e nenhum consegue arranjar uma explicação para o sucedido, tampouco lembrar-se do que os poderá ter levado ali. O transtorno aumenta com a entrada em cena da mulher de Chaves (Sandra Faleiro). Perante a total incapacidade de justificar e compreender a sua presente situação, André Chaves vai inventar tudo para tentar salvar o seu casamento e para provar uma verdade que ele próprio não sabe qual é.

No Teatro Villaret. Entre 23 de março e 23 de abril. Quintas a sábados às 21H30 e domingos às 16H30.