Abriu a 12 de julho ao público a exposição do artista chinês, Bai Ming.

‘Branco e Azul | Bai Ming – Lisboa’ que apresenta, pela primeira vez, a obra de um dos mais conceituados artistas contemporâneos da China.

São mais de 200 peças de cerâmica, desenho e pintura, que traçam uma rota de encontro e de fascínio entre o Oriente e o Ocidente.

A obra de Bai Ming estará em exposição na Sala dos Geradores, no edifício da Central – que se transforma em espaço expositivo também pela primeira vez – e no recém-inaugurado Jardim do Campus Fundação EDP, entre os dias 12 de julho e 4 de setembro.

Esta exposição está integrada no programa Cooperação Sino-Portuguesa e Resultados do Intercâmbio Cultural ao Abrigo da Iniciativa ‘Uma Faixa, uma Rota’.