índice

O público do BONS SONS tem a oportunidade de viver a programação musical de forma diferente, através de inúmeras propostas que permitem a exploração de outras artes e ambientes. Em Cem Soldos vai haver muita vida para lá dos concertos com actividades pensadas para todos os elementos da família.

Todos os dias, o BONS SONS oferece a oportunidade, por exemplo, de os novos pais levarem os seus mais pequenos à descoberta das primeiras notas, com “Música para Bébés”. Podem ainda deixar-se surpreender pelas histórias encenadas que trazem ventos de outras paragens. Os contadores vão, em 30 minutos, dar vida às personagens de “Ka”, sobre a lenda das matrioskas, e de “INUIT: Um povo com vários povos”.

Os amantes da sétima arte e do cinema documental têm em “Este Povo” e “Auto Rádio” uma boa ocasião para conhecer de perto as gentes de Cem Soldos e descobrir o processo musical de Benjamin. Todos são convidados ainda para dar asas à imaginação com a mostra de curtas-metragens lusófonas originais de Curtas em Flagrante 2016.

As artes plásticas, sonoras e performativas vão multiplicar-se pelos espaços da Aldeia. À instalação arquitectónica “The Great Gig In Sky”, localizada no Palco Eira, junta-se a instalação sonora de Luís Antero “Cem Soldos, 100 Sons”, no Centro de Exposições, e a instalação poliartística “A máscara como (ul)traje da paisagem”, na Adega de São Sebastião.