Antigos alunos da Universidade de Coimbra, hoje dispersos pelo país, encontram na música um espaço agregador e propiciador do cultivo dos ideais que pautaram os seus anos de vida académica.
Tendo como núcleo central um coro masculino, as guitarras (e o fado) de Coimbra ocupam espaço igualmente fundamental nas suas apresentações.
Assente no talento e na criatividade do seu maestro – autor dos arranjos corais de todos os temas que executam – procuram, no País como além-fronteiras, a divulgação dos poetas, autores e intérpretes portugueses ou de língua portuguesa.
É, nesta medida, assumidamente, um projeto ao serviço da cultura portuguesa no quadro dos valores essenciais da Lusofonia.