Texto emblemático da literatura infanto-juvenil portuguesa, a Fada Oriana é uma viagem iniciática que se desenrola em torno da construção do ser e dos valores fundamentais do indivíduo, enquadrada por um ambiente mágico que valoriza a dimensão ecológica.

Referência fundamental da escrita contemporânea, Sophia de Mello Breyner é o ponto de partida para um espetáculo dirigido pela encenadora/coreógrafa Joana Providência. Com uma forte componente visual, o espetáculo articula o trabalho predominantemente físico dos intérpretes com um conjunto de recursos teatrais diversificados que incluem a manipulação de marionetas, o vídeo e o trabalho com sombras.

No Palácio do Bolhão no Porto.