Atualidade

Ex-jogador do Porto abraça desafio durante luta contra um linfoma

Bernardo Tengarrinha, de 28 anos, anunciou na quinta-feira que lhe foi diagnosticado um linfoma de Hodgkin, suspendendo assim a sua carreira de futebolista.

A doença foi detetada há uns meses, quando o jogador estava ao serviço dos romenos do Politehnica Iasi, para onde se transferiu a meio da época passada depois de três anos ao serviço do Boavista.

O médio, que começou a carreira no FC Porto e Benfica, tem sido submetido a tratamentos de quimioterapia, mas agora abraça um novo desafio profissional.

“É com muito orgulho e empenho que hoje abraço este novo projecto junto com a família do SJPF e que espero que venha ser importante para todos os profissionais de futebol que precisem da nossa ajuda”, escreveu no Instagram referindo-se à iniciativa do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF), de apoio à saúde mental, da qual é agora embaixador, e onde anunciou que tinha linfoma.

“Quero também agradecer todas as mensagens de apoio e a todos com quem partilhei os relvados. Muito obrigado. #saudemental #SJPF”, agradeceu ainda.

O futebolista começou o seu trajeto nas camadas jovens do Odivelas, tendo posteriormente chegado ao Benfica. Mudou-se para o FC Porto, onde chegou aos seniores.

Depois passou por Estrela da Amadora, Olhanense, Santa Clara, V. Setúbal, CSKA Sófia (Bulgária), Freamunde, Chaves, Boavista e, por fim, Polithecnica Iasi.

O FCP já enviou uma mensagem solidária. “Bernardo Tengarrinha, jogador de 28 anos que representou o #FC Porto, suspendeu a carreira devido a doença. Muita força, Tengarrinha 💪”, disse nas redes sociais.

“Boa Sorte e muita força, Tengarrinha, os boavisteiros estão contigo!”, salientou o Boavista.

A doença de Hodgkin, ou linfoma de Hodgkin, pertence a um grupo de neoplasias (tumores) denominadas linfomas que são, genericamente, carcinomas que se desenvolvem no sistema linfático.

Fotos: Instagram