Atualidade

Hillary Clinton digere derrota em passeio solitário

É a primeira vez que o mundo a vê desde que fez o seu discurso de derrota, a 9 de novembro, horas depois de se conhecerem os resultados finais e do seu adversário ter discursado (por norma costuma ser primeiro o derrotado a fazer o discurso e só depois o vencedor).

Hillary Clinton tem estado mais afastada dos holofotes, junto da família. Foi durante uma das suas caminhadas no bosque com os dois cães, que a candidata democrata foi encontrada por uma eleitora.

Margot Gerster sentia-se triste com a derrota daquela que achava que devia ser a nova Presidente dos Estados Unidos da América e foi precisamente nesse momento que encontrou Hillary.

Uma coincidência que encarou como um sinal divino e que partilhou com o mundo através do Facebook.

“Tenho-me sentido de coração partido desde a eleição de ontem e decidi que a melhor maneira de relaxar era levar as minhas meninas a caminhar. Então decidi levá-las a um dos meus lugares favoritos em Chappaqua. Éramos as únicas ali e era tudo tão bonito e relaxante”, começou por escrever esta quinta-feira no Facebook, tendo a publicação se tornado viral rapidamente.

margot-gerster-e-hillary-clinton-caminhada-bosque-apos-derrota

“Quando estávamos a sair, ouvi um sussurrar a vir na minha direção e, quando entrei na clareira, ali estava ela, Hillary Clinton e Bill com os seus cachorros, a fazer exatamente a mesma coisa que eu. Consegui abraçá-la e falar com ela e dizer-lhe que um dos meus momentos mais orgulhosos como mãe foi levar a Phoebe comigo para votar em seu favor”, continuou, partilhando a fotografia que tirou com a candidata.

“Ela abraçou-me e agradeceu-me e trocamos algumas cortesias e então deixei que continuassem a caminhada. Não sou uma pessoa de sinais, mas acho que irei definitivamente encarar este como um. Tão orgulhosa. #iamstillwithher #lovetrumpshate #keepfighting #lightfollowsdarkness”, continuou a eleitora.

O comentário já conseguiu mais de 109 mil gostos no Facebook e conta com mais de 8880 comentários, maioritariamente de apoiantes da candidata democrata. Numa altura em que o país se encontra dividido e quase ’em estado de sítio’ devido aos inúmeros protestos pela vitória de Donald Trump a decorrer ainda em várias cidades.