Cultura

Comboios franceses transformados em obras de arte

Em França, os interiores de alguns comboios são verdadeiros museus.

O projeto Art in Transit transformou os comboios da operadora SNCF em museus ambulantes. Tudo graças a uma película gráfica que cobre os interiores com obras de arte famosas.

O design das películas inclui flores e móveis do Palácio de Versalhes, arte impressionista do Museu de Orsay ou imagens referentes ao Cinema Gaumont (a empresa mais antiga do mundo ligada ao cinema).

O projeto teve início em Maio de 2012, quando a 3M se inspirou no Palácio e jardins de Versalhes para redecorar um comboio na Linha C da RER, que faz a ligação entre Paris e Versailles.

Seguiram-se outros comboios, incluindo um TGV e um comboio regional, que também fizeram sucesso com os passageiros daquelas linhas.

A popularidade das instalações inspirou o Museu de Orsay a redecorar um comboio da linha J (Estação de São Lázaro-Vernon) de Paris com padrões associados ao museu e aos pintores impressionistas. Durante as viagens os passageiros podem admirar as referências aos trabalhos de Camille Pissarro, Claude Monet ou o icónico relógio do Museu de Orsay.

Além de tornar as viagens visualmente mais interessantes, a 3M – empresa norte-americana responsável pela aplicação das películas – também diz que a transformação permitiu dissuadir atos de vandalismo dentro dos comboios, até porque as películas são resistentes ao spray dos graffiti.

Por isso se tiver intenção de rumar a alguma cidade francesa quiçá para acompanhar os jogos do Europeu de Futebol, não se admire se sentir estar a entrar num museu quando andar de comboio.