Off the record

Roberta Medina: a brasileira que dá música a Portugal

Roberta Medina

Com um sorriso meigo e uma e energia contagiante, a “dona” do Rock in Rio conquista quem a rodeia, sem alinhamentos ou holofotes. Aos 38 anos, Roberta Medina trocou o Brasil pelo nosso país, onde continua a dar cartas no mundo empresarial e prepara-se para ser mãe pela segunda vez.

A gravidez foi a grande novidade que partilhou na última edição do festival que encheu o Parque da Bela Vista, em Lisboa, nos últimos dois fins de semana. Ainda sem saber o sexo do bebé, fruto do casamento com Ricardo Acto, garantiu que só quer “que venha com caráter e com saúde”.

Rendida ao estado de graça, Roberta queixou-se apenas do “muito sono”, até porque “os enjoos passaram antes do festival começar”. Lua, a filha velha, tem três anos e “ficou contente com a novidade, embora inicialmente não tenha gostado muito da ideia”.

13349061_10206976962731537_1978274599_n

O parto acontecerá em Portugal “durante o mês de dezembro e, depois, no final de fevereiro, vamos novamente para o Brasil para preparar o Rock in Rio lá”, contou a vice-presidente daquele que é um dos maiores eventos musicais do mundo.

Apesar das muitas viagens até ao outro lado do Atlântico, Roberta Medina adotou Lisboa como residência, assumindo que tem “saudades” quando se ausenta. “A minha casa é aqui”, diz muitas vezes, salientando agora que os filhos “vão crescer em Portugal”.

A maternidade realiza a empresária que reconhece ser “mais difícil” conciliar com a vida profissional: “O coração sente falta e já acusa. Tem dias que para sair de casa a Lua reclama, mas tem de ser e ela adora música”, confessou à Move Notícias.

13335250_10206976960371478_1906994882_n

As prioridades mudaram depois de ser mãe, mas a competência contínua igual ao dia em que se afirmou na produção de um grande evento, depois de ter descoberto aos 19 anos o que era música e como ela serve para “unir as pessoas”. Foi em Los Angeles, onde estudou, e acabou a vibrar com o concerto dos U2. Dois anos depois, estava a produzir o seu primeiro Rock in Rio, ao lado do seu pai, Roberto Medina, empresário brasileiro responsável pela idealização e criação do Rock in Rio.

Do último Rock in Rio, não hesitou no balanço, garantindo que “melhor é impossível à parte dos imprevistos”. Perpetuar a marca “é o objetivo e o maior sonho, por isso é certo que regressa a Lisboa “em 2018”, além de “outras edições um pouco por todo o lado”.

Licenciada em Comunicação Social, Roberta Medina quer conquistar a China e os Emirados Árabes Unidos com uma cidade permanente do rock, o seu principal motor da inspiração.

Roberta Medina com o pai, Roberto Medina, criador do Rock in Rio
Roberta Medina com o pai, Roberto Medina, criador do Rock in Rio