Lifestyle

Sugestões: Fim de semana com entrada livre

Aproveite o sol e saia de casa. Há inúmeras atividades nas quais pode participar sem pagar nada. Veja as sugestões da Move Notícias:

Festival de Música em Almada
Almada enche-se de música até 25 de março. Através do Festival de Música Cidade de Almada, dedicado essencialmente a crianças e jovens, as Escolas do Ensino Artístico potenciam a produção e a fruição cultural em Almada, nomeadamente através da atuação de coros, de concertos ou recitais, apostando sempre na formação contínua dos alunos e de públicos. Os espetáculos acontecem em vários espaços municipais, sempre com entrada livre. Pode consultar o programa no site da Câmara Municipal de Almada.

Mercado das Camélias no Jardim da Foz
Até amanhã, dia 12, o Jardim Antero de Figueiredo vai homenagear aquela que é considerada a flor da cidade e transformar-se no Mercado das Camélias. O evento realiza-se entre as 10h00 e as 18h00 e conta com diversos workshops alusivos à camélia. A participação é gratuita mas sujeita a inscrições: [email protected]

St. Patrick’s Festival traz Irlanda a Lisboa
St. Patrick é o padroeiro da Irlanda, que por estes dias viaja até Lisboa para um festival preenchido de atividades culturais e lúdicas. A programação inclui uma ação internacional que prevê a iluminação a verde de vários monumentos portugueses, mas também de outros pontos do globo. A embaixada do país está a organizar eventos de promoção da sua cultura como forma de estreitar a relação entre os países. Além disso, há rugby, concertos e jogos de futebol no grande ecrã que estará instalado no jardim da Torre de Belém. Consulte o programa aqui.

Exposição de Camélias e Orquídeas em Sintra
Este fim de semana há uma exposição de camélias e orquídeas para apreciar em Sintra. O terreiro em frente ao Palácio Nacional de Sintra vai voltar a ser palco da “Exposição de Camélias e Orquídeas”. Na mostra será possível observar os melhores exemplares de camélias e orquídeas de cada um dos participantes. Dia 12 de março serão eleitas a melhor espécie e o melhor híbrido de orquídeas, a melhor orquídea, a melhor camélia e a melhor camélia portuguesa em exposição, após avaliação de um júri especialista na matéria. Ao longo do evento decorrem no terreiro do Palácio Nacional de Sintra diversas demonstrações de técnicas de propagação e poda de camélias e de técnicas de propagação, envasamento e manutenção de orquídeas. Em paralelo com a exposição, decorrerá no Palácio Nacional de Sintra um ciclo de conferências sobre camélias, também com entrada gratuita (limitadas à lotação da sala). Integrada na celebração dos 200 anos do nascimento do rei D. Fernando II estará a conferência “Rei D. Fernando II e a coleção de camélias no Parque da Pena”.

Centenário do Museu Nacional Grão Vasco
O Museu Nacional Grão Vasco (MNGV) completa no dia 16 de março 100 anos da sua fundação. A data será assinalada com um programa de iniciativas alusivas à efeméride, que envolvem toda a cidade sob o mote “A Festa do Museu, a Festa de Viseu” e que ampliam ao País o convite para a celebração do centenário de um dos tesouros do património histórico e cultural português.

Anos 70 e 80 no MU.SA
O MU.SA – Museu Das Artes de Sintra promove este sábado uma “Festa dos anos 70 e 80”, entre as 20h00 e as 3h00. Uma noite animada, com muita música e em boa companhia é a proposta do Museu que oferece ainda entrada gratuita.

Saberes e Sabores no Seixal
A 9.ª edição do Encontro Intercultural Saberes e Sabores acontece de 9 a 13 de março, no Pavilhão Municipal do Alto do Moinho, promove mais uma vez os ritmos da cidadania global. “Paz, Democracia e Cidadania” é o tema central desta edição, este ano sob o mote do Ano Internacional do Entendimento Global, com representações culturais de 13 países. Durante estes dias os visitantes poderão saborear as diversas sugestões gastronómicas, de países como Portugal, São Tomé e Príncipe, Brasil, Angola, Timor, México e Cabo Verde além de gastronomia cigana. Exposições temáticas, momentos de discussão e reflexão, teatro, música e dança, uma Feira da Diversidade, enriquecida com artesanato representativo das várias culturas representadas e uma Feira do Fumeiro são outros elementos do evento. Em está a Orquestra Geração, um projeto pedagógico de inclusão social, tendo por base o Sistema Nacional das Orquestras Juvenis e Infantis da Venezuela, que irá marcar presença com uma atuação, no domingo, dia 13 de março, às 15h00.

Recuperar a Peninha
Este domingo, 13 de março, regressa-se à Peninha para recuperar os danos provocados pela intempérie, cuidar das árvores plantadas, efetuar o controlo e erradicação de exóticas infestantes e vegetação invasora e plantar, para darmos esperança à recuperação da emblemática área da Peninha. Entre as 9h30 e as 12h30 no Parque Natural de Sintra-Cascais, a iniciativa integra-se num plano de recuperação da emblemática área da Peninha, promovido pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, contando com o apoio da associação Plantar Uma Árvore, visando a recuperação da vegetação endémica e de erradicação de espécies exóticas invasoras. As inscrições, obrigatórias, deve ser feitas através do site Plantar uma árvore.

Mercado da pulga no Campo 24 de Agosto
O parque de estacionamento do Campo 24 de Agosto é ocupado no próximo dia 12 de março pelos carros de dezenas de vendedores de artigos em segunda mão. As malas vão-se abrir entre 14h00 e as 19h00 e exibir produtos para todos os gostos.

Semana das Camélias no Porto
O vasto programa da Semana das Camélias, que termina este domingo, dia 13, inclui um espetáculo de luz na fachada da Torre, momentos de dança e um concerto de ópera. Sob o tema “Porto aberto ao mundo. Desafios do Século XXI na Exposição XXI”, o certame voltará a eleger a “Melhor Camélia” e a “Melhor Camélia de Origem Portuguesa”, mas também, e pela primeira vez, a “Melhor Decoração de Mesa” e o “Melhor Arranjo Floral”. O programa da exposição inclui ainda uma Mostra de Trabalhos Escolares, o Mercado da Camélia, assim como várias oficinas em torno da camélia, performances no exterior e um Teatro de Sombras Japonesas na capela da Casa de Serralves.

Pelos Caminhos da História da Arte
Aos domingos, nos dias 13, 20 e 27 de março, há oficinas para pequenos e grandes das 15h30 às 17h30. Observar, dizer, explorar pinturas de paisagem e transformá-las; Analisar as transformações operadas e compará-las com outras pinturas da História da Arte; Explorar o conceito de “Paisagem”, pintar uma paisagem e falar sobre ela; Seleccionar e criar uma colecção de pintura de paisagem ou fazer uma visita a um museu fazem parte da programação desta oficina, para a qual se recomenda a participação nas quatro sessões. As inscrições podem ser feitas através do email: [email protected]

Obras Primas de Nicolás Mülle em Cascais
Nicolás Müller (1913-2000), nascida na Hungria no seio de uma família judaica, começou as suas viagens em 1938 fugindo às perseguições nazis na Europa Central. Já tinha, nessa altura, dado início ao seu trabalho, investigando a situação social da Hungria, com fotografias em que denuncia a situação quase feudal do camponeses. Por meio de um vasto conjunto de obras, esta exposição, que integra a programação de Mostra Espanha 2015, dá conta da trajectória do fotógrafo desde a Hungria natal até França, Portugal e Marrocos, para chegar por fim a Espanha em 1947. As obras primas da fotógrafa podem ser apreciadas no Centro Cultural de Cascais, de terça a domingo até dia 17 de abril.