Off the record

Pedro e Ricardo Guedes: Os novos meninos da rádio e televisão

JMO_8065

Pedro e Ricardo Guedes, de 36 anos, saltaram para as luzes da ribalta aos 17 anos, quando foram descobertos numa paragem de autocarros, por Fátima Guimarães, produtora de um fotógrafo de moda. Rapidamente se tornaram nos gémeos mais conhecidos do mundo da moda, quer a nível nacional, quer internacional. Para trás ficou o futebol, modalidade que praticavam no Boavista, mas a paixão pelo desporto nunca os deixou.

Surf e skate são algumas das modalidades que os irmãos praticam. Aliás, o desporto, como testemunhou a Move Notícias, é o escape para os dias mais agitados, principalmente agora que se dividem entre os trabalhos de moda, um programa de rádio e um de televisão.

JMO_8207

“Começamos muito cedo a fazer ginástica, depois praticamos futebol e fomos descobrindo novas modalidades, como o skate e o surf. Para nós o desporto sempre foi uma forma de estar na vida, traz-nos paz de espírito. Não há nenhum que seja o mais importante”, revelou Ricardo Guedes, acrescentando que mesmo durante as viagens ao estrangeiro a trabalho, nunca deixa o desporto de lado: “As viagens dão-nos a oportunidade de conhecer e experimentar novas modalidades. Há sempre pessoas que nos despertam para outros desportos, como o Muai Tai”.

JMO_8138

Percurso na moda
Para os gémeos de Vila Nova de Gaia os quase vinte anos no mundo da moda “passaram muito rápido”: “Pouco depois de sermos agenciados, demos por nós a viajar para todo o mundo. Trabalhamos para a Abercrombie & Fish, Givenchy, Versace… Divertimo-nos, fizemos bons trabalhos, conhecemos muitas pessoas”.

Chegaram a viver em Paris, durante quatro anos. “Na altura eramos para ir para Nova Iorque, mas foi no ano do atentado às Torres Gémeas e optamos por outra cidade”, lembrou Pedro. “Na altura não deu para assimilar tudo, só mais tarde é que nos caiu a ficha. Desfrutávamos o presente”, acrescentou Ricardo.

JMO_7686

A sessão fotográfica para a “Wallpaper” marcou uma viragem na carreira dos manequins: “Mudou a nossa vida, de repente passamos a ser conhecidos em todo o mundo. Quando íamos a castings já nos reconheciam. Depois fizemos a campanha para a Tommy Hilfiger, com o Mario Testino, e de repente as nossas caras estavam em todo o lado. Quando chegávamos a Portugal as pessoas já nos reconheciam na rua. Foi o maior impacto que tivemos. No início foi difícil, porque não estávamos habituados”. Porém, com a simpatia e a boa disposição que os caracterizam, tornaram-se numas das personalidades mais queridas de Portugal.

Porém, chegou uma altura em que os gémeos tiveram de “cortar” os laços: “Estarmos juntos era natural. Quando o meu irmão foi pai é que nos separamos, pois o Ricardo queria ficar mais tempo em Portugal com a família. Foi nessa fase, nos 26 anos, que começamos a trabalhar individualmente”. Uma mudança inevitável na carreira profissional, pois “juntos, marcávamos mais a diferença, mas surgiram bons trabalhos”.

“Apesar da idade”, continuam a ser bastante requisitados no mundo da moda, provando que são como o vinho do Porto.

JMO_7722

Futuro passa pela apresentação
Em 2009, Ricardo e Pedro tiveram a primeira experiência como apresentadores no programa “Gostar e Cuidar” da SIC Mulher: “Em cinco dias gravamos três episódios e foi uma experiência que nos soube a pouco”. Depois disso, Pedro também conduziu, ao lado de Vanessa Oliveira, “À Procura do Sonho”, da SIC. Desde então o “bichinho” da televisão ficou sempre presente e 2016 começou com um novo projeto: “2ª de Letra” no Porto Canal. Curiosamente, este convite surgiu cinco meses depois de os gémeos terem estreado “À Moda dos Guedes” na Rádio Nova Era.

JMO_9675

“A rádio tem sido uma experiência enriquecedora, mas inicialmente estávamos com algum receio. Aconteceu tudo muito rápido. É como voltar à escola e aprender tudo de novo. A moda dá-te algum à vontade, mas entrevistar, é passar para outro lado, que é completamente diferente”, apontou Ricardo. “O mais importante é que nos sentimos bem com a equipa, e a Nova Era deu-nos a liberdade para sermos nós próprios”, acrescentou Pedro.

Esta experiência acabou por ajudar, quando decidiram abraçar o formato da estação de televisão do Norte: “Já temos a metodologia de trabalho, de fazer o trabalho de casa, de pesquisar sobre o nosso convidado e preparar a entrevista. Já criamos um ritmo”.

A maneira de ser dos manos Guedes, divertida e bem-disposta, é um dos trunfos dos dois programas, no entanto ambos reconhecem que este tem sido um caminho de aprendizagem, pois não são “apresentadores natos”. Enquanto muitos manequins da sua geração apostam na ficção, os Guedes veem a apresentação no seu futuro, por isso a cada programa tentam aperfeiçoar o trabalho. “Nós somos os nossos piores críticos. Dizemos mais depressa o que não gostamos do que aquilo que está bem. Achamos sempre que se tem que melhorar, principalmente o Ricardo”, confessou Pedro, entre risos.

JMO_9706

Além da aprendizagem, o facto de voltarem a trabalhar juntos é outro desafio. “Confesso que não é fácil. Às vezes entramos em choque. Não conseguimos separar o lado de sermos irmãos e o profissional. Essa linha não existe, temos muita confiança um com o outro, o que pode ser bom e mau. Somos diferentes, e acho que essas diferenças contribuem de forma positiva para os programas”, Sublinharam.

Com os novos desafios profissionais, regressaram, de forma permanente, para a Invicta. “O local onde moramos ou trabalhamos para nós é igual. A nossa base agora é no Porto, mas nunca deixamos de estar muito tempo sem cá vir, nunca deu para sentir muitas saudades”, disse Pedro, acrescentando que esta mudança é boa, pois os dois passam a estar mais perto da família.

Dois pais “babados”
A par dos compromissos profissionais, o tempo livre é dedicado à família. Ricardo, que recentemente ficou solteiro após o fim da relação com Débora Montenegro, centra as suas atenções no filho Tiago, de 11 anos: “Ele é um miúdo muito pacífico, é bom aluno. O Tiago é um dos meus melhores conselheiros, quando ouve e vê os programas, diz logo o que não gosta”.

JMO_7984

Já Pedro divide as atenções com a noiva Kelly Baron e com a filha Gabriela, que vive em Lisboa com a mãe, Telma Santos. “Ela ‘apanha’ tudo, por incrível que pareça. Quando fizemos o primeiro programa estava cá de férias e até nos ajudou na preparação”, partilhou, acrescentando que a menina é uma apaixonada por teatro. “Quando está cá junta-se ao primo (Tiago), veste as roupas da Kelly (Baron) e faz as peças dela”, contou orgulhoso. Gabriela já fez até algumas campanhas de moda ao lado dos pais, mostrando-se muito à vontade com as câmaras. Para os dois pais “babados”, nada é mais importante do que ver que os filhos “são crianças felizes e de bem com a vida” .

JMO_7839

Fotos: José Gageiro