Off the record

Liliana Santos: “O que gosto é de representar”

JMO_8474

Foi há mais de dez anos que Liliana Santos se estreou como atriz no pequeno ecrã, ao participar na série “Maré Alta”, na SIC. Desde então tem sido presença assídua na ficção nacional.

Ainda a gozar do sucesso de “Mar Salgado”, onde deu vida à agente da polícia marítima Eva, Liliana Santos, de 35 anos, abraçou um novo desafio: “A Cinderela no Gelo” (que estará em cena no Mar Shopping até o dia 10 de Janeiro). “Decidi aceitar porque junta duas coisas que mais gosto de fazer, que é representar e fazer patinagem. Foi perfeito”, contou à Move Notícias a bela atriz durante um passeio pela baixa do Porto. Apesar da sua falta de experiência em patinagem no gelo, é frequente andar de patins em linha, o que ajudou na preparação para o espectáculo: “É diferente, mas tivemos um mês e meio para nos preparar e habituei-me rápido ao gelo”.

O sucesso da peça e a sala lotada superou as expetativas. “Não esperava tamanha recetividade por parte do público”, afiançou a protagonista que, como qualquer pessoa, se mostrou familiarizada com os contos infantis. “Sempre me fascinaram, porque acima de tudo são histórias inspiradoras”, acrescentou a atriz, confessando que a Cinderela, não era a sua “personagem favorita”.

JMO_8377

A viver no Porto
Este trabalho obrigou a que Liliana se mudasse temporariamente para a Invicta, onde já se mostra perfeitamente adaptada. “Já sabia que o Porto estava diferente e com mais agitação. A adaptação foi fácil, as pessoas são muito afáveis, simpáticas e carinhosas. Isso tudo faz-me sentir muito bem. Claro que antes de vir fiquei um bocadinho atrapalhada”, revelou. O difícil “vai ser ir embora” confessou depois de perceber os encantos e o ritmo do norte. “Pode ser que queiram fazer a ‘Cinderela’ no Carnaval, na Páscoa… para eu voltar”, disse, entre risos.

Ao longo de mais de uma década, já interpretou vários papéis e “todas as personagens são desafiantes”, garante. “Temos que trabalhar personalidades e características diferentes, por isso acho que todas elas deixam uma marca”, explicou. No entanto, referiu que a Eva de “Mar Salgado” “deixa saudades”.

Além do teatro e da televisão, Liliana Santos também já participou em alguns filmes, o último foi o “Sei Lá” (baseado no romance de Margarida Rebelo Pinto) em 2014. Assegurou não ter uma área de eleição: “O que gosto é de representar. Se for nas três áreas é perfeito, todas elas têm ritmos diferentes. Quando não faço uma há algum tempo, sinto saudades. É difícil de escolher”.

“Orgulhosa” do seu percurso, Liliana Santos admite estar satisfeita: “Pois faço aquilo de que gosto e o que mais prazer me dá”. Sem se deixar acomodar, mantêm-se atenta à sua “evolução” como profissional e por isso continua a apostar na formação.

JMO_8388

Natal em família
O Natal de Liliana Santos, à imagem de milhares de portugueses, vai ser passado em família. “Gosto muito desta época, porque se sente um ambiente distinto, há uma envolvência que faz com que as pessoas estejam diferentes”, opinou. A ida até Lisboa vai ser curta, uma vez que tem espectáculo no dia 23 e 26, por isso sobra apenas a véspera e o dia de Natal para estar com os seus familiares. As compras dos presentes vão ser feitas na Invicta, “nos intervalos entre os espectáculos”, mas “sem perder a cabeça”.

Assumidamente um bom garfo garante que “à mesa de Natal não pode faltar nada. Gosto de tudo, desde o bacalhau, ao bolo-rei, rabanadas…”.

Para o ano novo, Liliana Santos deseja continuar a evoluir “a nível pessoal e profissional”.

Para já não se sabe quando os fãs da beldade lisboeta a vão poder ver no pequeno ecrã. Enquanto um novo desafio não surge, continuará em cena com “A Cinderela no Gelo”. No dia 16 de janeiro vai voltar a subir ao palco em Lisboa, com a peça de “Don Giovanni”.

liliana

Fotos: José Gageiro