Off the record

Eunice Muñoz: um regresso aguardado

IMG_4628 nova

Eunice Muñoz é uma figura incontornável da ficção nacional. Com mais de 70 anos de carreira a atriz viu-se, há cerca de três anos, obrigada a fazer um interregno na representação, uma das suas grandes paixões, primeiro graças a uma aparatosa queda durante os ensaios de uma peça de teatro e posteriormente devido aos tratamentos a que se submeteu no combate contra um cancro na tiróide, que a deixou quase sem voz.

Este período delicado pelo qual passou, não lhe tirou a alegria de viver e nunca desistiu de lutar para voltar a fazer o que mais gosta.

A recuperar, aos poucos, aquele que é um dos seus instrumentos de trabalho por excelência, Eunice, de 87 anos, voltou à vida social de outrora.

Já começa a ser frequente vê-la em eventos culturais, como foi o caso da estreia de “A República da Bananas”, de Filipe La Féria. Sempre com a companhia da neta, Joana, a veterana dos palcos esbanja simpatia por onde passa. “É bom sentir este carinho por parte dos meus colegas e do público em geral”, afiança, depois de recebida a uma ovação de pé (no final do espetáculo) por parte dos presentes.

Emocionada perante tamanha demonstração de amizade e admiração, Eunice Muñoz nunca consegue esconder a timidez e a modéstia. E mostra o sorriso e “um grande desejo de voltar”.

IMG_4626

A longa amizade com Ruy de Carvalho
Sobre o futuro, Eunice garante que regressará em breve aos ecrãs da TVI. Ainda sem poder adiantar muito sobre o projeto em que será integrada, apenas se sabe que vai dar vida “a uma senhora divertida” na nova trama da estação de Queluz de Baixo, e que começará a gravar em breve.

Visivelmente feliz pelo regresso, a atriz confessou ainda a vontade de voltar a contracenar com “um grande amigo de longa data”, Ruy de Carvalho. “Conheço-o há muitos anos e damo-nos muito bem, tanto no trabalho como fora dele e gosto muito de trabalhar com o Ruy, espero que isso aconteça em breve”, salienta.

Para além do regresso ao pequeno ecrã, o retorno aos palcos – onde se estreou em 1941 com “Vendaval” – também está a ser preparado e deverá acontecer pela mão do mestre Filipe La Féria – “um grande homem com muito valor” – com a peça “As árvores morrem de pé”.

Na memória dos portugueses estão presentes muitas personagens interpretadas pela atriz, como Maria Branca, em “A Banqueira do Povo”, uma história que marcou a sua estreia nas novelas.

A uma carreira longa e prestigiante, Eunice Munõz acumula prémios e condecorações, entre elas a Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant’lago da Espada ou o título de Honoris Causa da Universidade de Évora.

IMG_4628

Fotos: Alexandra Martins do Vale